Notícia

Polícia Federal cumpre mandados de prisão de pessoas envolvidas com o desvio de recursos destinados à merenda escolar

04 de Julho de 2019
Polícia Federal cumpre mandados de prisão de pessoas envolvidas com o desvio de recursos destinados à merenda escolar

A Polícia Federal deflagrou quinta-feira (4/7) a 2ª fase da Operação Tântalo*, que tem o objetivo de prender envolvidos em organização criminosa que promovia desvios de recursos públicos de merenda escolar no âmbito do Programa Mais Educação entre os anos de 2016 e 2018.

A PF conta com o apoio do MPF e cumpre quatro mandados de prisão preventiva e nove mandados de busca e apreensão em Boa Vista/RR. Os mandados foram expedidos pela 4ª Vara da Justiça Federal em Roraima após representação da autoridade policial. Foram concedidas, ainda, a quebra do sigilo bancário e fiscal dos envolvidos, além do sequestro de bens e bloqueio de valores em até 5 milhões de reais.

O inquérito policial aponta que a empresa detentora do contrato com o Governo de Roraima, referente ao fornecimento de alimentos para merenda escolar, teria recebido, só no ano de 2018, mais de R$ 7 milhões. Entretanto, esta empresa pertenceria a um laranja do esquema. Os verdadeiros dirigentes agiriam sem vínculo com a empresa ou seriam proprietários de outras empresas, para as quais a maior parte do dinheiro era destinada.

A 1ª fase da Operação Tântalo, deflagrada em dezembro de 2018, desarticulou o esquema que estava em andamento desde 2016 e contava com o falso atesto de recebimento de produtos adquiridos pelo Estado. Desta forma, a empresa responsável pelo fornecimento dos alimentos realizava a entrega parcial dos produtos faturados ou os substituíam por produtos mais baratos, recebendo o atesto de recebimento integral destes por servidores integrantes do esquema. O proprietário da empresa detentora do contrato e outros três envolvidos foram presos, na época.

A investigação demonstra que mesmo, após a 1ª fase da operação, uma das empresas envolvidas no esquema estaria tentando obter novos contratos com o Governo de Roraima por meio da participação em processos licitatórios.

*Tântalo faz referência ao personagem da mitologia grega que foi castigado a nunca conseguir alcançar água e alimentos, apesar de viver cercado destes em abundância, restando em eterno suplício.

Comunicação Social da Polícia Federal em Roraima

Link da Notícia: http://www.pf.gov.br/imprensa/noticias/2019/07/pf-deflagra-a-2a-fase-da-operacao-tantalo
Fonte: Portal da Polícia Federal
Data da Notícia: 04/07/2019